Donnerstag, 6. Juli 2017

A NOVA DEMOCRACIA GEGEN G 20: Alemanha: Europa do capital escancara reacionarização (Die Europa des Kapitals ist die Verkörperund des noch reaktionen werdenden Staates)

Alemanha: Europa do capital escancara reacionarização



A- A A+


Na semana em que esta edição estava sendo concluída, as “autoridades” da Europa, particularmente do Estado imperialista alemão, se preparavam para escancarar seu reacionarismo durante a reunião da cúpula do G-20 que será sediada na cidade de Hamburgo, na Alemanha, a partir de 7 de julho.
Imperialismo intensifica repressão contra movimentos populares antes dos atos do G-20
Imperialismo intensifica repressão contra movimentos populares antes dos atos do G-20 | Foto: Joern Pollex
Veículos de imprensa internacionais noticiaram que centenas de prisões seriam realizadas para evitar “distúrbios” (leia-se, para fazer a segurança dos abutres imperialistas que se reunirão na cidade).
Informações também dão conta de que celas e tribunais temporários foram instalados em contêineres para prender ativistas durante a reunião e até mesmo pessoas “suspeitas” poderão ser detidas.
Os tribunais especiais estão sendo instalados num complexo de dois andares de contêineres ao sul do rio Elba, junto a um centro de detenção em que cabem até 400 pessoas. Além disso, juízes dos tribunais temporários realizarão audiências em tempo integral e até oito sessões poderão ocorrer ao mesmo tempo. Pessoas que já tenham sido acusadas de cometer algum crime poderão ser postas em prisão preventiva no posto avançado do tribunal.
Do outro lado, as massas laboriosas e empobrecidas e suas organizações de luta revolucionárias já anunciam que não se intimidarão e enfrentarão as tropas reacionárias do imperialismo. Inúmeras manifestações estão programadas para Hamburgo e outras cidades alemãs durante a reunião do G-20. Noticiaremos as manifestações e a resistência do povo alemão em nossas próximas edições.